Operação envolve a aquisição de projetos solares em desenvolvimento nos estados da Bahia e do Rio Grande do Norte

A portuguesa Galp informou nesta quarta-feira (20) ter feito um acordo para aquisição e desenvolvimento de projetos de energia solar no Brasil com capacidade total de 594 megawatt-pico (MWp). Segundo a companhia, o acordo objetiva cumprir as ambições de expansão nas energias renováveis e dar um salto importante na transformação do seu perfil de negócio e na redução da sua pegada de carbono.

A operação envolve a aquisição de dois projetos solares em desenvolvimento nos estados da Bahia e do Rio Grande do Norte, com capacidades de 282 MWp e 312 MWp, respectivamente.

“Com estas transações, a Galp ganha acesso a ativos de elevada qualidade num país onde a empresa está presente há mais de 20 anos e que se encontra entre os 10 principais países no mundo com maior procura de energia e com a ambição de duplicar a sua capacidade instalada atual de geração de energia solar e eólica para 40 GW em 2030″, apontou a companhia em comunicado ao mercado.

Os projetos deverão atingir a data de operação comercial antes de 2025.

Com esta expansão de portefólio, a capacidade total a 100% de produção de energia renovável da Galp aumenta para cerca 4,7 GW, em Portugal, Espanha e agora no Brasil. A companhia objetiva ter mais de 4 GW em operação até 2025 e 12 GW até 2030.

“Estes acordos inserem-se na estratégia da Galp que visa o crescimento de um portfólio competitivo de geração renovável bem como prosperar ao longo da transição energética, e estão alinhados com as orientações de alocação de capital e planos de diversificação geográfica apresentados em junho no Capital Markets Day”, destacou.

 

Fonte: Infomoney