A equipe econômica prevê que o IPCA será de 3,26% neste ano

O Ministério da Economia elevou para 0,90% a estimativa de crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) para este ano, ante 0,85% projetado no bimestre anterior. O dado consta do Boletim MacroFiscal, elaborado pela Secretaria de Política Econômica (SPE) e divulgado nesta quinta-feira.

Além disso, a projeção de crescimento do PIB para o terceiro trimestre de 2019 é de 0,87%, em relação a igual período do ano anterior, segundo o documento. A expansão esperada para o PIB em relação ao trimestre anterior é de 0,33%.

De acordo com o documento, o crescimento no terceiro trimestre de 2019 deverá ser puxado pelo setor agropecuário, com expansão de 2,80%, em relação ao terceiro trimestre de 2018. O setor de serviços deve avançar 0,87% e a indústria, 0,17% sobre igual período do ano passado. Na comparação com o segundo trimestre, a agropecuária deve avançar 2%, enquanto a indústria crescerá 0,16% e os serviços, 0,19%.

Foram divulgadas também projeções de crescimento para 2020 (2,32%), 2021 (2,50%), 2022 (2,50%) e 2023 (2,50%). Na edição anterior do boletim, divulgada em setembro, não havia estimativas da evolução do PIB para esses anos.

O documento prevê também um Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) de 3,53% para 2020. Para este ano, a estimativa da equipe econômica é de 3,26%.

No caso do Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC), o boletim prevê uma inflação de 3,54% para o ano que vem ante 3,26% estimados para este ano. Já o Índice Geral de Preços – Disponibilidade Interna (IGP-DI) , a previsão para 2020 é de 4,20% ante estimativa de 5,75% deste ano.

Fonte: Valor Econômico