Dedicado ao tema “O Fado e a Internacionalização”, o Festival de Fado Rio de Janeiro regressa ao Brasil com novos espetáculos, uma conferência, uma masterclass de guitarra portuguesa, filmes e uma exposição com o selo de qualidade do Museu de Fado de Lisboa.

Incluído na Lista Representativa do Patrimônio Cultural Imaterial da Humanidade (UNESCO, 2011), o Fado foi capaz, ao longo de uma história aproximada de duzentos anos, de derrubar todas as fronteiras culturais e geográficas a que estava sujeito.

Conquistou definitivamente a poesia erudita portuguesa, tem presença assídua nas salas de espetáculo mais prestigiadas do Mundo e os seus artistas mais emblemáticos converteram-se em verdadeiros ícones das artes de espetáculo portuguesas.

Em pleno século XXI, o Fado adquiriu uma visibilidade crescente e uma presença marcante no conjunto da vida cultural portuguesa. Desde as suas origens no segundo quartel do século XIX, reuniu influencias poéticas, musicais, culturais e tecnológicas diversificadas, desenhando um percurso de consagração nas mais variadas áreas.

Internacionalizando-se na segunda metade do séc. XX, a sua notoriedade conferiu-lhe o protagonismo de imagem de marca, em plena afirmação no circuito internacional da world music.

O Festival de Fado realiza-se atualmente em onze cidades na Europa, África e América do Sul.

Em 2018 regressa ao Rio Janeiro nos dias 19 e 20 de Maio com duas das mais consagradas fadistas portuguesas, Raquel Tavares e Ana Moura na Cidade das Artes.

Raquel Tavares se apresenta na Cidade das Artes no dia 19 de maio, às 21h

Ana Moura se apresenta na Cidade das Artes no dia 20 de maio, às 20h

Para comprar os ingressos clique aqui.

Saiba mais sobre o Portugal 360 aqui

Última Notícia

Último Evento