No próximo dia 8 de junho, com a intervenção do Presidente português Marcelo Rebelo de Sousa, acontece um encontro online denominado “Votar sem Fronteiras que conta com a presença de dois secretários de Estado: Berta Nunes, Secretária de Estado das Comunidades Portuguesas e Antero Luís, Secretário de Estado Adjunto e da Administração Interna.

A moderação do evento está a cargo de Paula Machado Oliveira da RTP, especialista sobre as comunidades portuguesas no jornalismo em Portugal.

O Movimento TSP (Também Somos Portuguesesconstituído em Londres em 2015 cresceu na Diáspora Portuguesa internacionalmente e conta hoje com membros dispersos por vários continentes.

“Depois de ter logrado o recenseamento eleitoral automático, o TSP persegue os seus objetivos em nome da Diáspora Portuguesa” informa o movimento.

Um dos questionamentos do movimento, após os conselheiros para a Diáspora Açoriana serem eleitos de forma online, é o porquê de não se estender a prática de forma universal para os conselheiros em todo o Mundo.

“Está tecnologicamente instituída a segurança nas comunicações pessoais com a banca e a Administração Pública como um dado adquirido. O TSP acredita que a introdução do voto digital (eletrônico à distância) se tornará a regra eleitoral já utilizada em administrações de diversa ordem. Será apenas uma questão de tempo”.

A Assembleia da República solicitou ao Governo, na sua resolução em Abril passado, alertando para a necessidade de informação científica para a tomada de decisões referente à participação da Diáspora nos diferentes atos eleitorais.

Para o TSP, na eleição para os conselheiros, o Poder Legislativo não estará em jogo logo os riscos de uma experiência piloto universal não constitua uma ameaça para a segurança da democracia.

Com uma agenda internacional quinzenal, o TSP alerta a imprensa para a possibilidade de as eleições para o Conselho das Comunidades CCP – possa ser feita de forma digital em todo o Planeta antes de Dezembro de 2021.

O evento do próximo dia 8 “se reveste de especial importância na defesa da Diáspora que reivindica uma justa redação e interpretação da Lei Eleitoral”.

O evento conta a participação de Pedro Rupio, Presidente do Conselho das Comunidades para a Europa e participantes confirmados de Alemanha, França, Bélgica, Estados Unidos, Reino Unido entre outros países.

Inscrições gratuitas em: http://votar-sem-fronteiras.eventbrite.co.uk

 

Fonte: Mundo Lusíada