Dr. Marcelo do Valle Presidente da Adaquerj Cultural, Sr. Ruan Lira Superintendente de Relações Internacionais, Sra. Carla Pretti Chefe de Gabinete e Superintendente da Lei de Incentivo Estadual de Cultura, Sra. Valdineia Subsecretaria Adjunta, Dr. Ricardo Coelho Presidente da Câmara de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro, Sr. Aldo Mussi Subsecretario Adjunto de Planejamento e Gestão,  Sr. Raimundo Rodrigues, artista plástico, Dr. Francisco Gomes da Costa Presidente do Real Gabinete de Leitura,  Sr. João Marco de Deus Cônsul-Geral Adjunto de Portugal no Rio de Janeiro, Sr. Marcus Monteiro Diretor-Geral do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural – INEPAC e Sr. Amaury Lopes arquiteto do MAB

Aconteceu no dia 30 de agosto na Sala Guiomar Novaes – Complexo Sala Cecília Meireles na Lapa, a Rodada de Negócios – Rio Cultural, com o objetivo de apresentar a oportunidade de divulgar e oferecer os produtos e serviços oferecidos pela Comunidade Luso-Brasileira, em contato com as autoridades do Estado do Rio de Janeiro geradas através da Lei Estadual de Incentivo à Cultura.

Sr. Ruan Lira, Superintendente de Relações Internacionais, abriu o evento agradecendo a todos os participantes, visando integrar a iniciativa privada, principalmente às empresas vinculadas à Câmara de Comércio Portuguesa e os projetos culturais para nossa cidade.

O Cônsul-Geral Adjunto de Portugal no Rio de Janeiro, João Marco de Deus, representando neste evento o Consul Geral de Portugal no Rio de Janeiro, Embaixador Jaime Leitão, achou uma iniciativa cultural de muita importância para a cidade do Rio de Janeiro.

O Subsecretario Adjunto de Planejamento e Gestão, Sr. Aldo Mussi, representando o Secretário de Estado de Cultura, Sr. André Lazaroni, agradeceu a todos informando que a Secretaria de Estado tem sob sua responsabilidade uma gama grande de equipamentos, atividades, ações, programas e projetos. “É uma equipe responsável pela execução e continuidade do trabalho produtivo da cultura e que representa todo o Estado do RJ”, disse. Informou também que a proposta a ser apresentada nessa rodada, é utilizar a lei de estado de incentivo à cultura e que foram selecionados alguns projetos para apresentação.

O Presidente da Câmara de Comércio e Indústria do Rio de Janeiro, Dr. Ricardo Coelho, agradeceu a todos por abrir essa rodada e a presença do Presidente do Real Gabinete de Leitura, Dr. Francisco Gomes da Costa, destacando que o Real Gabinete é a maior expressão de cultura e de união entre Brasil e Portugal. Mencionou que o Rio de Janeiro e Portugal tem um entrelaçamento histórico, urbanístico e cultural que justifica esse tipo de ação na área da cultura. Informou também que será novamente realizada este ano em Lisboa a Web Summit,  um dos eventos mundiais mais importantes na área de software e que existe um acordo com a Secretaria de Cultura de Portugal relativa a start-ups, onde a oportunidade nessa área é muito grande. Complementou dizendo que existe uma série de oportunidades na esfera estadual e municipal e que será importante entender as condições para que esse apoio possa ser utilizado. Também falou da importância dessas oportunidades para investimentos em projetos e restauração de monumentos históricos e paisagísticos.

A Chefe de Gabinete e Superintendente da Lei de Incentivo Estadual de Cultura, Sra. Carla Pretti, explicou que esta Lei deve ser analisada como investimento e é um mecanismo de fomento que vai ser utilizado por pessoas, empresas e contribuintes de ICMS no Estado do Rio de Janeiro. É um benefício fiscal que a empresa, através de renúncia fiscal do estado, vai patrocinar projetos culturais. Uma lei de 1992 e foi atualizado pelo sistema Estadual de Cultura a Lei 7035/2015 e que   juntamente com o decreto que regulamenta o fundo estadual de cultura 46012 de junho de 2017 na gestão do Sr. Andre Lazaroni e que são vários os benefícios.

Quaisquer empresas contribuintes de ICMS poderão patrocinar um projeto através de renúncia fiscal. Ela vai deixar de pagar esse imposto para o Estado, que por sua vez renuncia o valor que deveria ser pago e autoriza que o mesmo seja direcionado ao projeto cultural que melhor favorecer ao contribuinte.

Melhores informações desta Lei de incentivo, seguem os links:

http://www.cultura.rj.gov.br/leidoincentivo/leidoincentivo_passo_a_passo.php

http://www.cultura.rj.gov.br/leidoincentivo/01_o_que_e_a_lei.php

A escritora e especialista em projetos de formação de leitores, Sra. Barbara Caldas, eleita em 2017 como representante da cadeia criativa do livro para o Grupo de Trabalho de Elaboração do Plano Estadual do Livro de Leitura, Literatura e Bibliotecas RJ,  explicou sobre o projeto FLILUSOS, que a Secretaria de Estado e Cultura está apoiando institucionalmente. É uma a festa literária internacional de lusofonia, que vem em sua primeira edição ser realizada no RJ, na Cidade das Artes na Barra da Tijuca, com previsão entre os dias 03 e 06 de maio de 2018. É um grande evento de valorização e promoção da diversidade e pluralidade da língua portuguesa e das literaturas lusófonas, aproximando, integrando e aprofundando laços entre os escritores, pensadores e demais representantes das culturas e das artes dos países lusófonos ou com significativas regiões de língua portuguesas.

O Diretor-Geral do Instituto Estadual do Patrimônio Cultural – INEPAC, Sr. Marcus Monteiro, explicou sobre o Projeto Museu de Arte da Baixada – MAB, onde a Baixada Fluminense terá um museu para chamar de seu e dentre os responsáveis por fazer o sonho se tornar realidade estão dois ilustres nilopolitanos:  O Superintendente de Cultura do Estado, Sr. Augusto Vargas, e o Arquiteto Amaury Lopes. O passo inicial para que o projeto do Museu de Arte da Baixada saia do papel, foi dado em uma reunião em que estiveram presentes o Secretário de Estado de Cultura, Sr. André Lazaroni e representantes do Shopping Grande Rio, local que receberá o empreendimento. O projeto será apresentado, ainda este mês, ao novo ministro da Cultura. O Museu de Arte da Baixada – MAB, deverá ocupar uma área de 5 mil metros do shopping, onde funcionava o Poupa Tempo.

De acordo com o projeto inicial, além do museu, também serão construídos um moderno centro de convenções, salas de multiuso, auditório, biblioteca e amplo espaço para reserva técnica. O lançamento do projeto deve acontecer em outubro, com a exposição “Africanidades”, em homenagem ao Dia Nacional da Consciência Negra.

O artista plástico, Sr. Raimundo Rodrigues, falou que é um colecionador de arte contemporânea e que o sonho da baixada é de cunho histórico e exposições de artes pessoais ou coletivas. Nessa primeira mostra estão esperando um grande número de artistas com a possibilidade de trazer a obra de Arthur Bispo do Rosário, um dos artistas brasileiros mais respeitados do mundo que teve durante muito tempo confinado na Colônia Juliano Moreira, em Jacarepaguá e entre muitas permanências e saídas, vive mais de 40 anos na instituição, onde executa a maior parte de sua obra.

O Diretor Executivo do Clube da Ideia, Sr. Flavio Bidoia apresentou o projeto @Nossa Língua que é um movimento colaborativo internacional que estimula o diálogo criativo cultural entre os países que falam português conectados por meios de rede s sociais, há um imenso potencial de dialogo criativo e colaborativo e um quarto de bilhão de pessoas compartilham esse idioma em potência digital.

Esse projeto “@Nossa Língua”, nasceu no Instagram tem como objetivo conectar os povos e criar uma história comunitária sobre a Língua Portuguesa. Lança um livro e uma exposição fotográfica itinerante que traz a língua portuguesa estampada em mais de 100 imagens escolhidas na galeria virtual que reuniu cerca de 17 mil imagens do Brasil, Portugal, Cabo Verde, Guiné Bissau, São Tomé e Príncipe, Angola, Moçambique, Macau e Timor Leste.

“Acreditamos que o projeto @Nossa Língua seja a concretização da missão dessas organizações: o estreitamento da cooperação entre os povos lusófonos”, informou o Diretor do projeto.

Fonte: Redação