Honrada pelo reconhecimento de seu trabalho acadêmico, a diretora da Domingues e Pinho Contadores (DPC), Marluci Azevedo, recebeu, na noite do dia 20 de outubro, a premiação pela classificação em quinto lugar no Prêmio Contador Geraldo de La Rocque. A cerimônia, realizada na PUC-Rio, ocorreu como parte da programação do AdCont 2017 – Congresso Nacional de Administração e Contabilidade.

Manuel Domingues e Pinho, diretor-presidente da DPC, esteve presente nesta edição do evento prestigiando a conquista da profissional.

Na ocasião, o trabalho “Demora na Publicação das Demonstrações Contábeis – Financeiras e a Agressividade Fiscal” também foi apresentado ao público formado por especialistas e pesquisadores da área. O estudo foi elaborado como requisito para a obtenção do título de Mestre em Ciências Contábeis pela Fucape, grau acadêmico conquistado pela autora em agosto de 2017. A dissertação contou com a orientação de Antônio Lopo Martinez, PHD em Contabilidade e Economia e membro do Conselho Administrativo de Recursos Fiscais – CARF.

Marluci explica que a pesquisa buscou evidências sobre a agressividade fiscal (alíquota efetiva inferior a 34%), considerando que as empresas abertas brasileiras demoram a publicar as suas demonstrações contábeis. Por meio da análise de dados empíricos, foi possível constatar, segundo a autora, que as empresas com um planejamento tributário agressivo demoram até três dias a mais, em relação as outras empresas, na divulgação de seus demonstrativos.

Anualmente, o Conselho Regional de Contabilidade do Rio de Janeiro (CRC-RJ) promove o Prêmio Contador Geraldo de La Rocque como um incentivo à pesquisa no plano técnico e ético do exercício da profissão contábil.

Fonte: DPC